Extinção, Mudança Climática

NÃO queremos salvar o Planeta!

Um dos grandes erros cometidos pelas pessoas sobre as mudanças climáticas é dizerem que o destino do planeta está em jogo. Vários noticiários atentam as pessoas sobre o quanto estamos destruindo o planeta Terra ou o que devemos fazer para salvar a Terra da total destruição pelos seres humanos.

Esta é a maneira errada de se pensar no problema de maneira real. A Terra já passou por  grandes mudanças climáticas muitas vezes e algumas levando a extinções em massa. Mas a vida persistiu, mamíferos evoluíram de répteis e os primatas vieram de uma linhagem de mamíferos. Eles ficaram de pé, saíram da África e foram parar em todos os cantos dos continentes. Mas somente depois de 100.000 anos a inovação aconteceu: agricultura, cidades, sociedades e governo: o nascimento da civilização.

Em algum momento desta evolução, inventores criaram máquinas que gerariam benefícios inimagináveis e mobilidade. Porém, tudo que precisavam era combustível, que foi encontrado na matéria orgânica antiga, enterrada debaixo de camadas de rochas e compactada por mais de 300 milhões de anos. Com esses depósitos, os seres humanos desenterraram toneladas de carbono que estava preso à terra bem antes do aparecimento de nossa espécie.

Foi assim que começamos a mudar o clima que nos deu origem, comida e teto. Depois de 10.000 anos e variações de apenas 1°C na temperatura, cientistas agora dizem que nicklen-leaping-polar-bear.jpg.644x0_q70_crop-smartestamos caminhando para um aquecimento de 3°C se não mudarmos o curso de nossa trajetória.

Baseado na obra do astrônomo Carl Sagan, onde todo o tempo cósmico foi reduzido a um ano, podemos fazer uma analogia desde a criação do universo até os dias atuais. Se o Big Bang ocorreu às 00:00 do dia 1° de janeiro, então o aparecimento dos primeiros ancestrais do homem só ocorreu no dia 31 de dezembro às 21horas e 24 minutos.

Então, o que podemos concluir disso tudo? Diminuir o ritmo de mudanças climáticas não tem a ver com a salvação planetária. Tem a ver conosco e com a vulnerabilidade de nossa espécie e de outras aqui presentes. Já ocorreram cinco extinções em massa na Terra e ainda assim o planeta continuou seguindo sua trajetória e se recuperando sem maiores problemas.

Hoje, devido à nossa “grande” contribuição terrena, os seres humanos começam a alterar a composição da atmosfera modificando o clima e a química dos oceanos. Algumas espécies tentam se adaptar, porém uma imensa quantidade delas se vêem ilhadas. Os níveis de extinção disparam e a trama da vida se transforma.

Sim queridos leitores deste singelo site, podemos estar chegando perto da sexta extinção em massa devido às atividades humanas.

 “Estamos decidindo quais trilhas evolutivas permanecerão abertas e quais serão fechadas para sempre.” Elisabeth Kolbert

E o Planeta Terra? Ele permanecerá sem precisar de nenhuma salvação de seus residentes ingratos!

Baseado na obra da autora Elisabeth Kolbert – A Sexta Extinção, obra Cosmos de Carl Sagan, estudos realizados no laboratório de Mudança Climática da Universidade da Califórnia e Canal Vox. 

Imagens de Paul Nicklen (Site de Paul Nicklen)

2 comentários em “NÃO queremos salvar o Planeta!”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s